fbpx

A novela continua

Share this...

Por: Thiago Mossini

Foto: Reprodução/TV LEC

No “Vale a Pena Ver de Novo” desta semana, volta à tona a discussão da permanência ou não do empresário Sérgio Malucelli e sua SM Sports à frente da gestão do futebol do Londrina nos próximos anos. O caso já teve várias reviravoltas e ganhou mais um capítulo nos últimos dias, após entrevista do gestor à rádio Paiquerê 91,7, em que afirmou que deve permanecer.

Embora a versão oficial anterior a essa era de sua saída, era mais do que evidente a permanência dele na cidade. Por mais que se tenha críticas e desdém de ambas as partes, hoje, ainda um precisa do outro.
Malucelli tem uma grande vitrine nas mãos, que é o Londrina, um clube com nome, camisa e divulgação fortes, o que é um ótimo local para expor seus produtos, que são os jogadores.

BAIXE O APLICATIVO DA TUBARÁDIO

Não na Série C, mas na Série B. Por isso, creio no esforço dele em fazer o time subir este ano. Ainda tem a questão do CT, que o prende à cidade.

Do lado alviceleste, as dívidas passadas foram sanadas nestes dez anos de gestão terceirizada, a casa foi organizada, os pepinos foram eliminados e isso tudo merece aplausos. Porém, faltou ser mais incisivo no planejamento para tocar a vida sozinho após esta década de SM.

Hoje, o clube consegue se virar sozinho?

Quem está lá dentro diz que sim, mas será mesmo?

O presidente Felipe Prochet segue suas conversas com investidores, porém, não houve ainda um avanço nesta parte. Enquanto esse cara não chega, a prorrogação de contrato pode ser a via mais indicada. É preciso lembrar que essa continuidade também depende da anuência do Conselho de Representantes e da Justiça do Trabalho.

LEIA MAIS: Londrina x São José-RS terá transmissão no DAZN

A tendência é que ocorra uma queda de braço em relação aos termos do contrato: porcentagens, direitos, obrigações. As duas partes já indicaram que devem endurecer suas exigências, o que significa que mais capítulos estão reservados para os próximos meses.

Sob a gestão da SM Sports, o Londrina foi campeão Paranaense (2014), do interior do Paraná (2013, 2015, 2016 e 2017), da Copa da Primeira Liga (2017), além de chegar à Série B, de onde foi rebaixado no ano passado.

Não se esqueça de se inscrever no meu canal do YouTube, só clicar aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *