fbpx

A segunda final, a primeira fora de casa

Share this...

Tubarão enfrenta no domingo o Ypiranga-RS no estádio Colosso da Lagoa

Por: Cristiano Gonçalves

Salve torcedor, Alviceleste! Sejam muito bem vindos ao Além da informação 005.

Segunda rodada da fase decisiva desta série C. O Londrina vai até Erechim, no Rio Grande do Sul, enfrentar o Ypiranga. Jogo muito importante. A cada rodada, uma vitória fora de casa se faz cada vez mais necessária, ainda mais depois de não estrear vencendo, no Café, contra o Remo-PA, o empate sem gols contra a equipe paraense não foi justo ao Londrina, que fez um bom jogo principalmente no primeiro tempo. Faltou capricho nas finalizações.

Londrina e Ypiranga já se enfrentaram duas vezes na primeira fase. A equipe gaúcha foi o líder do grupo B. O primeiro jogo foi logo na segunda rodada, no mesmo local do jogo deste domingo: Estádio Colosso da Lagoa. O Tubarão saiu derrotado por 2×1, jogo que marcou falhas individuais da defesa. A segunda partida no Café foi um jogão, 3×2 pro LEC.

Se o empate não foi uma boa estreia pro Londrina, a vida do Ypiranga é pior: saiu derrotado no jogo em Belém-PA, contra o Paysandu, 2×1. A equipe gaúcha vem mordido contra o Tubarão, necessitando muito da vitória para não se complicar na sequência do campeonato.

Acho que todos e principalmente o técnico Alemão prevê, que o adversário deverá vir com tudo pra cima do Londrina e que não jogara muito fechado – o que sempre complica a vida do Tubarão. Desta forma o LEC deverá ter cautela no início do jogo e depois sair pra jogar também, porque a vitória em hipótese alguma caíra do céu. O Londrina precisará construir o resultado positivo.

Devido à isso, Alemão irá promover mudanças no time titular. Celsinho, pela primeira vez iniciará uma partida na série C. O que a torcida já pedia muito, mas que confesso me deixar preocupado. Digo isso devido as questões físicas do mito alviceleste, o que pode fazer com que o nosso meio campista seja facilmente marcado. A entrada dele no segundo tempo é sempre interessante, porque ele entra com os marcadores adversários cansados, o que facilita encontrar espaços pra jogar.

Outro fator que o Celsinho consegue mudar quando entra no decorrer da partida é mudar o ritmo da peleja com passes rápidos e objetivos, quando o jogo já caminha pra um ritmo desacelerado. Celsinho e Adenilson, vão começar uma partida pela primeira vez juntos. Saberemos como o time irá se portar. Se haverá mudança no esquema tático para um 4-4-2 ou se o 4-3-3 permanecerá, com Adenilson jogando pela lado direito do ataque – como foi no jogo contra o Remo, quando Celsinho entrou no segundo tempo.

Outra mudança é na lateral esquerda. Alan Cardoso treinou como titular na vaga de Rafael Rosa. Carlos Henrique seguira no comando de ataque. Acredito que o Alan ficará mais preso ao sistema defensivo, enquanto Gedeílson terá a liberdade pra atacar.

E sobre o Carlão, sabemos o quão irritado o torcedor está com o centroavante londrinense. Mas é ele quem estrará vestindo a nossa camisa, no domingo. Resta a nós, torcedores, apoiar do início ao fim. Começar hoje a enviar mensagens positivas ao CH9 (eu já fiz isso), buscar mostrar que estamos com ele, apesar da má fase. Como eu disse: É ele quem estará vestindo nossas cores. Então… Boa sorte CH9. “Mete-li gol”! E que essa fase seja espantada pra longe daqui.

O provável Londrina diante do Ypiranga é: Dalton; Gedeílson, Marcondes. Jeferson e Alan Cardoso; Marcel, Matheus Bianqui, Adenílson e Celsinho; Douglas Santos e Carlos Henrique.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *