fbpx

Com ataque inspirado, Londrina vence Ypiranga e sobe na tabela

Share this...

Em jogo de golaços, Tubarão marca três pela primeira vez na Série C e se mantém no G-4

Por Vinícius Eira
Fotos: Gustavo Oliveira

Na tarde deste domingo (18), Londrina e Ypiranga se enfrentaram no Estádio do Café, em jogo válido pela 11ª rodada da Série C. Com duas equipes ofensivas, a promessa era de confronto movimentado, e foi o que aconteceu. Cinco gols, emoção e tabus batidos. Foi o primeiro jogo em que o LEC marcou três gols na competição. Por outro lado, foram os primeiros gols sofridos em casa. Mas no fim, vitória por 3 a 2, que fez o Tubarão subir para a 3ª posição na tabela.


LEIA MAIS: Conheça os “presentes” da SM Sports após a renovação de contrato; 5 reforços serão anunciados
Londrina renova com a SM Sports por mais cinco anos
Tubarãozinho decide fora de casa diante do Palmeiras pelas oitavas da Copa do Brasil sub-20


O JOGO

Com os retornos de Jeferson, Matheus Bianqui e Adenílson, o Londrina tem outra cara. Volta a ser uma equipe com mais criatividade, que chega ao ataque mais inteiro, pressionando o adversário. Mas do outro lado, tínhamos o vice-líder do campeonato, Ypiranga, que também busca o gol a todo o momento, com controle da posse de bola e intensidade no último terço.

Os gaúchos até começaram melhor, explorando bem o lado esquerdo do ataque e levando perigo. Mas o Tubarão fez os ajustes rápido, passou a ter mais velocidade nas transições e cresceu no jogo, principalmente pela direita, com chegadas de Adenílson e Gedeílson na linha de fundo, mas sem sucesso nos cruzamentos.

A pressão surtiu efeito, e aos 19 minutos o gol saiu. Após troca de passes no meio, Marcel verticalizou a jogada e encontrou Igor Paixão dentro da área, que girou, fez grande drible para tirar o zagueiro da jogada, e deu um toque de classe, na saída do goleiro Deivity para abrir o placar.

Com o gol, os ataques passaram a ser mais raros, e o Tubarão passou a tentar ditar o ritmo do jogo, mas abriu margem para o Ypiranga crescer. Fernandinho, Zotti e companhia passaram a serem mais agudos, e o empate saiu. Aos 41 minutos, Zé Mário chegou pela esquerda novamente, cruzou rasteiro, Jeferson furou, Rafael Rosa acabou ajeitando e Neto Pessoa finalizou alto para igualar o marcador.

E não deu nem tempo de se lamentar, e dois minutos depois o Londrina retomou a liderança. Danilo fez jogada pela direita, e encontrou Matheus Bianqui nas entrelinhas. O meia cortou o zagueiro, e finalizou, de perna esquerda, no ângulo de Deivity. Mais um golaço do Tubarão, para ir para o intervalo respirando mais aliviado após grande primeiro tempo.

Londrina x Ypiranga-RS
Matheus Bianqui comemorando o gol que deixou o Londrina em vantagem no primeiro tempo (Gustavo Oliveira/Londrina EC)

Mas o Ypiranga voltou predestinado a tirar pontos do Londrina. O ataque seguiu muito participativo e se movimentando bem, com Zotti, Leílson, Fernandinho e Neto Pessoa. Dalton teve de trabalhar, e o Tubarão seguia sem alternativas para sair da pressão gaúcha. Mas Alemão mexeu, recuou a equipe, e diminuiu o ímpeto adversário.

Já no ataque, o jogo era de redenção de atletas que vinham sendo criticados por alguns torcedores. Paixão e Bianqui já haviam marcados, e Marcel fazia uma partidaça. O volante já havia dado uma assistência, e aos 19 minutos recebeu a bola dentro da área e foi derrubado. Pênalti claro. Adenilson pegou a bola, cobrou sem chances para o goleiro, e comemorou com direito a selfie.

20201018_172707
A selfie de Adenilson na comemoração do terceiro gol do Londrina (Reprodução/Londrina EC)

Após o terceiro gol, o Londrina recuou ainda mais a equipe, e o Ypiranga foi para cima. Caprini teve falta cobrada no travessão, e parou em Dalton na sequência do lance. Nos últimos 10 minutos de jogo, mais pressão. Os gaúchos buscavam acelerar pelas alas, e explorar as bolas paradas, mas pecavam muito nas finalizações. O Tubarão se mantinha fechado pelo meio e com as linhas bem próximas, administrando a vantagem quando tinha a bola no pé.

Mas quando o jogo já parecia acabado, o Ypiranga voltou para a partida. Em novo escanteio pela direita, a defesa alviceleste não conseguiu afastar o perigo, e Douglas subiu sozinho para descontar. Os gaúchos foram com tudo para empatar, mas desta vez não teve apagão no fim, e o Tubarão confirmou a vitória.

Com o triunfo, o LEC vai a 17 pontos e sobe para a 3ª colocação. Equipe alviceleste joga novamente no próximo domingo (25), contra o Ituano, no Estádio do Café. Já o Ypiranga permanece em 2º, com 18 pontos, e também joga no domingo, quando recebe o Boa Esporte em Erechim-RS.


FICHA TÉCNICA: LONDRINA 3×2 YPIRANGA-RS

Londrina: Dalton; Gedeílson (Raí Ramos), Jeferson, Marcondes e Rafael Rosa; Marcel, Matheus Bianqui (Bidía) e Adenílson; Danilo (Samuel Gomes), Igor Paixão (Alan Cardoso) e Carlos Henrique (Cirilo). Téc: Alemão.

Ypiranga: Deivity; Muriel (Maicon), Ricardo, Douglas e Zé Mário (Assis); Tárik, Clayton (Mossoró) e Zotti; Fernandinho (Caprini), Leílson (Cristiano) e Neto Pessoa. Téc: Paulo Henrique.

Gols: Igor Paixão (19’1T), Matheus Bianqui (43’1T) e Adenílson (20’2T) marcaram para o Londrina. Neto Pessoa (41’1T) e Douglas (45’2T) descontaram para o Ypiranga.

Cartões amarelos: Carlos Henrique, Adenílson, Raí Ramos e Cirilo do Londrina. Neto Pessoa e Zé Mário para o Ypiranga.

Árbitro: Emerson Ricardo de Almeida Andrade.

Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira e Jucimar dos Santos Dias.

Estádio: do Café, em Londrina.


Siga o jornalista nas redes sociais
Twitter
Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *