fbpx

Londrina faz bom jogo, mas é superado pelo Palmeiras na Copa do Brasil sub-20

Share this...

Mesmo com menos jogos, e enfrentando uma grande equipe do cenário nacional, o Tubarãozinho jogou de igual para igual e deixou o torcedor orgulhoso

Por Vinícius Eira
Fotos: Henrique Cesar/Londrina Esporte Clube

O Londrina foi a São Paulo enfrentar o Palmeiras na noite desta quinta-feira (29), pelas oitavas de finais da Copa do Brasil sub-20. Como o primeiro jogo havia acabado em empate, quem vencesse avançava, e vimos duas equipes dispostas a isso. Os mandantes com mais volume de jogo, pressionando a saída de bola do Londrina e dando trabalho para Maltos. Já o Tubarãozinho buscava fechar mais o meio campo e explorar mais os contra-ataques, no talento de Igor Paixão e Victor Daniel. No fim, 2×1 para a classificação do Porco, mas com uma sensação de orgulho por mais uma grande partida da base alviceleste.


LEIA MAIS: Tubasquete bate o Maringá e vence a primeira no Campeonato Paranaense
Danilo e Marcel não jogam contra o Boa Esporte
Apresentado oficialmente no Londrina, Celsinho destaca amadurecimento como jogador: “Cabeça totalmente diferente”


O JOGO

Quem esperava uma grande pressão do Palmeiras logo no início de jogo, se surpreendeu. Silvinho escalou o Tubarão com três volantes, um de marcação e dois com mais saída de bola, para fechar bem a faixa central, e dar liberdade para Igor Paixão, Victor Daniel e Juan Matos serem mais livres no ataque. Com isso, o LEC mandou nos primeiros minutos, impedindo a criação adversária pelo meio, e dando trabalho na frente. Já o Palmeiras seguia sem alternativas, e muito indisciplinado, fazendo muitas faltas no meio, e mais um pênalti.

A partida já se encaminhava para os 15 minutos quanto o Londrina teve uma chance em bola cruzada, que Juan Matos não conseguiu dominar. Mas isso ajudou o LEC, já que a bola sobrou livre para Victor Daniel, que invadiu a área, viu um adversário vindo em velocidade, deu o corpo e foi atropelado. O próprio Vitinho foi para a cobrança, deslocou o goleiro Leandro e abriu o placar. 1×0.

Depois do gol, o Palmeiras acordou e pressionou o LEC. Sem chances pelo meio, os paulistas passaram a sobrecarregar as alas do Tubarãozinho, e os espaços foram surgindo. Marcelinho e Marino se alternavam, os laterais Garcia e Vanderlan apoiavam bastante, além da forte pressão ofensiva, que impedia o Londrina de criar qualquer chance para sair do sufoco. E foi em uma jogada pelo lado do campo que o gol saiu. Aos 26 minutos, após cruzamento pela direita, Fabrício subiu sozinho no meio da área e finalizou de cabeça, no canto do gol, para empatar o jogo.

O Londrina passou a apostar em passes longos para tentar sair das cordas, e pegar alguma boa jogada nas costas da defesa do Palmeiras. E foi assim que o LEC voltou a levar perigo. Em lançamento longo de Maltos, Juan Matos desviou e a bola chegou em Vitinho, mas o atacante carregou demais, e na hora da finalização, o goleiro Leandro saiu bem para fazer a defesa. O LEC ainda teve uma chance em chute de fora da área de Guilherme Silva, mas Leandro fez outra grande defesa, e o primeiro tempo terminou empatado.

Victor Daniel comemora o gol que abriu o placar no Allianz Parque (Henrique Cesar/Londrina Esporte Clube)

Para a segunda etapa, o panorama seguiu o mesmo. Londrina se fechando bem no meio, buscando a velocidade de Victor Daniel e Igor Paixão, e o Palmeiras apostando nas laterais do campo. O jogo seguiu até mais morno que o esperado, sem tanto ritmo e as duas equipes mudaram um pouco o jeito de jogar. O Londrina voltou para um 4-2-3-1, tentando ter mais consistência na criação das jogadas. Já o Verdão mexeu para colocar sangue novo nas alas e dentro da área, e para a tristeza do torcedor alviceleste, foi a mexida do técnico Wesley Carvalho que acabou dando mais certo.

Aos 22 minutos, a pressão do Verdão encaixou, o Palmeiras recuperou a bola no campo de ataque, Marcelinho fez grande jogada na linha de fundo, cruzou rasteiro e Juninho, sozinho no miolo da área, empurrou para a virada do Palmeiras. O gol deu uma baqueada no ânimo do Tubarãozinho, que já não via Igor Paixão e Victor Daniel com folego para puxar os contra-ataques (ambos vêm de uma carga grande de jogos com o profissional) e o ritmo caiu.

Silvinho mexeu em todo mundo no ataque para tentar dar novo ritmo, o Palmeiras passou a fazer uma cera tradicional e o Tubarãozinho só conseguiu encaixar uma grande chance. Wilker fez bom lançamento, nas costas da defesa, para Cirilo, que tinha a possibilidade de sair cara a cara com Leandro, mas tentou arriscar de fora da área, pegou muito mal na bola e ela saiu pela linha de fundo. Fim de jogo, vitória e classificação do Palmeiras, mas sentimento de orgulho pelas duas grandes partidas dos garotos alvicelestes.

O Palmeiras vai encarar o Internacional nas quartas de finais da Copa do Brasil sub-20. As partidas ocorrem nos dias 11 e 18 de novembro. Por enquanto, não há nenhuma informação sobre a disputa do Campeonato Paranaense sub-19, e o Londrina pode retornar a campo só na próxima temporada.


FICHA TÉCNICA: Palmeiras 2×1 Londrina

Palmeiras: Leandro; Garcia, Carlos, Hélder e Vanderlan (Quiñonez); Ramon César (Jonathan), Vitinho (Fabinho) e Caio Cunha (Juninho); Marcelinho, Marino (Robinho) e Fabrício (Aníbal). Técnico: Wesley Carvalho.

Londrina: Maltos; João Silveira, Cristian, Zé Pedro e Guilherme Silva; João Mafra (Marcos Vinícius), Chicão Amorim (Wendell) e Luan Marchiori (Toni Nang); Igor Paixão (Wilker), Victor Daniel (Pedrinho) e Juan Matos (Cirilo). Técnico: Silvinho Canuto.

Gols: Fabrício aos 26’ do 1º tempo e Juninho aos 22’ do 2º tempo para o Palmeiras; e Victor Daniel aos 16’ do 1º tempo para o Londrina.

Cartões amarelos: Vitinho, Ramon Cesar, Fabrício, Jonathan e Marcelinho para o Palmeiras; e João Silveira para o Londrina.

Cartão vermelho: Luan Marchiori para o Londrina.

Árbitro: Vinicius Furlan (SP).

Assistentes: Paulo Cesar Modesto (SP) e Rodrigo Meirelles Bernardo (SP).

Estádio: Allianz Parque, em São Paulo.


BAIXE O APLICATIVO DA TUBARÁDIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *