fbpx

Quem quer subir não pode jogar pontos fora

Share this...

Por: Thiago Mossini

Foto: Gustavo Oliveira/Londrina Esporte Clube

A frase que mais ouvi desde domingo quando o assunto é Londrina Esporte Clube foi: “O medo de perder tira a vontade de ganhar”. Trata-se de um dos maiores clichês do mundo da bola e foi a forma que muita gente resumiu a broxante derrota do Tubarão para o Tombense, no domingo (27), fora de casa, pela Série C do Brasileiro.

Mas a derrota não veio apenas pelo recuo do time, que se fechou para não tomar gol ao invés de atacar para tentar o segundo e para deixar o adversário menos à vontade para buscar o empate.

Porém, a gente sabe que não foi somente isso. O Londrina segue com um futebolzinho mixuruca. E foi desse jeito que venceu os três jogos seguidos em casa. Mas, jogando tão pouco, uma hora a sorte tiraria folga e foi neste domingo.

Em um campeonato de nível técnico tão fraco como a Série C, um pouquinho a mais de talento, criatividade, ousadia e vontade fazem a diferença, como estão fazendo para Ypiranga, Volta Redonda e Brusque, os três times mais diferentes da chave do Londrina. Time que quer subir precisa entregar um pouquinho a mais que os outros.

A chegada do meia Adenilson deixou muita gente esperançosa, mas não houve muita mudança em campo. O time continua tendo apenas lampejos e quando consegue fazer um gol, perde a vontade de atacar imediatamente.

Vencer o Tombense era obrigatório. O time não ganhava de ninguém e o Londrina estava na frente do placar. Os acessos e descensos são definidos nestes jogos. Basta puxar a lista de vacilos nos anos anteriores e veremos que a Série A não veio justamente por pontos perdidos nos últimos minutos para times da parte baixa da tabela.

Claro que temos ainda mais do que um turno pela frente e que muita água vai rolar, mas não e pode jogar pontos fora em momento algum. Lá na frente eles poderão fazer falta.

INSCREVA-SE NO CANAL DIVIDIDA, DO THIAGO MOSSINI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *