fbpx

Tsuru Oguido/Londrina conquista vaga para a Libertadores de Fut7 feminino

Share this...

Londrina masculino caiu na primeira fase, enquanto as meninas do Tsuru Oguido/Londrina foram até as semifinais

Por Vinícius Eira
Foto: André Galhego

Neste fim de semana, foi disputado, em São Paulo, o Campeonato Brasileiro de Fut7, nas modalidades masculina e feminina. E o Londrina Esporte Clube, através de parcerias, esteve presente na disputa em ambas as categorias. As meninas deram show, e garantiram uma vaga para a Libertadores do ano que vem. Já os homens, infelizmente, foram eliminados na fase de grupos. Confira como foi a competição:


TSURU OGUIDO/LONDRINA ESPORTE CLUBE

A parceria entre o projeto do Colégio Tsuru Oguido com o Londrina Esporte Clube começou ano passado, mas já vem rendendo grandes frutos. As meninas garantiram a chance de disputar o Campeonato Brasileiro de Fut7 graças ao título Paranaense da categoria em 2019, e a expectativa de uma boa competição era grande. O Londrina estava no grupo A, ao lado do CESEA (DF), ATM F7 (MG) e Arsenal (SP).

A estreia foi com derrota por 2×1 contra a equipe do CESEA, no sábado (31), com gol marcado por Vitória. Mas o domingo foi inspirado, e a reabilitação veio com goleadas. Primeiro, 4×1 sobre o ATM F7, com gols de Ana Caroline, Nany, Gabizinha e Joycinha. Com isso, para se classificar e não depender dos critérios de desempate, o LEC tinha de vencer e torcer por um tropeço do ATM. E aí veio a maior goleada da competição: 7×3 sobre o Arsenal de Atibaia, com três gols de Jamily, dois de Ana Carolina, e um de Mylena e Thuany.

Como o ATM empatou, o Tsuru Oguido/Londrina Esporte Clube garantiu uma vaga as semifinais e a Libertadores do ano que vem. A equipe terminou em segundo lugar no grupo com seis pontos em duas vitórias e uma derrota. Foram 12 gols marcados – melhor ataque da primeira fase – e seis sofridos. Por outro lado, foram seis cartões amarelos – o time que mais recebeu na primeira fase.

Nas semifinais, o adversário foi o líder do grupo B, o Lustrika FC (MG), e o LEC foi batido por 4×0. Mas as meninas honraram a camisa e alcançaram um dos objetivos de todas as atletas do torneio: a vaga para a próxima Libertadores. O Tsuru Oguido terminou a competição com duas vitórias e duas derrotas, 12 gols marcados – o 2º melhor do campeonato – e 10 sofridos. Ana Caroline e Jamily terminaram empatadas na artilharia da equipe com três gols cada, e Joycinha foi uma das líderes de assistências da competição com três.

A final foi feita justamente entre as únicas equipes que venceram o Londrina, CESEA (DF) e Lustrika (MG), e após empate de 2×2 no tempo normal, as meninas do Distrito Federal venceram por 2×1 nos shoot-outs e foram as campeãs.

As meninas do Tsuru Oguido/Londrina comemoram vitória que garantiu a vaga a próxima Libertadores (Kiko/Time Catimba)

KONES FUT7/LONDRINA ESPORTE CLUBE

Na metade do último mês, o Londrina anunciou oficialmente uma parceria com a equipe Kones Fut7 para também levar o nome do clube para a modalidade masculina da competição, e firmar o LEC como uma das grandes equipes de Fut7 nacional. O Tubarão estava no grupo E com o Betim FC (MG), Suzano (SP) e o Náutico.

A estreia foi positiva, com vitória sobre o Náutico por 4×2, com três gols de Ivan e um gol de Matheus. Mas apesar de fazer confrontos equilibrados, o Londrina não teve a mesma sorte nas duas rodadas finais do grupo. Primeiro, derrota para o Suzano por 4×3, com dois gols de Mateus Pelé e um gol de Christian. Com isso, Suzano e Betim tinham quatro pontos, o Londrina tinha três, e estava tudo aberto para a última rodada. Além disso, o Suzano perdeu para o Náutico em partida no mesmo horário, e bastava um empate para se classificar. Mas contra a equipe mineira, o LEC teve nova derrota, desta vez por 5×4 e foi eliminado. Issa, Matheus, Messias e Vandinho – aquele mesmo que jogou por Flamengo, Avaí e outros clubes no Brasil – marcaram para o Tubarão.

O Londrina terminou na 3ª colocação do grupo E, com três pontos em uma vitória e duas derrotas. Foram 11 gols marcados – 5º melhor da competição – e 11 sofridos. Ivan foi o artilheiro da equipe com três gols. O campeão masculino foi o Resenha (PI), que venceu o Botafogo na final por 5×1.


LEIA MAIS: Alemão lamenta chances perdidas, mas valoriza ponto conquistado pelo Londrina em Varginha: “Importante seguir somando”
Com muita marcação e pouca criatividade, Londrina empata com o Boa
Londrina encara o Pato Basquete pelas semifinais do Campeonato Paranaense

BAIXE O APLICATIVO DA TUBARÁDIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *