Na capital, Londrina encara o Coritiba, visando manter os 100%

Após duas vitórias nas duas primeiras rodadas, o Londrina Esporte Clube tem um “duelo caseiro” na 3ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, onde irá visitar o Coritiba, na noite desta quinta-feira (9), às 21h30, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).

O técnico Alemão não contará com o volante Anderson Leite, que sofreu uma lesão no aquecimento antes da partida contra o Brasil de Pelotas e foi vetado para este confronto. Rômulo e Bertotto brigam pela posição, no jogo anterior, Rômulo foi o titular. Mesmo com a volta aos treinos de Arthur Caculé, Higor Leite deve ser mantido no meio-campo titular.

O zagueiro Sílvio comentou sobre a obediência tática do time e como isso pode ajudar o Tubarão sair com os três pontos do Couto Pereira:

“É não inventar muito, fazer a manutenção do espírito da equipe, a equipe têm sido muito solidária em campo, a manutenção do estilo de jogo, da obediência, o plano tático traçado pelo treinador, nós conseguimos essa vitória agora muito por causa disso, pelo organização em campo, a gente sabia que seria um jogo chato, que talvez se o adversário achasse o gol primeiro que nós, seria difícil de reverter, então nós temos muitos motivos para estar confiantes que nós iremos fazer um bom início de competição e se Deus abençoar, que toda ela seja positiva, que nós conquiste o nosso objetivo final”

Relacionados do Londrina:

Goleiros: Emerson e Matheus Albino;
Laterais: Felipe Vieira, Hélder e Raí Ramos;
Zagueiros: Augusto, Marcondes e Sílvio;
Meio-campistas: Arthur Caculé, Bertotto, Bruno Paulista, Germano, Higor Leite e Romulo;
Atacantes: Anderson Oliveira, Diego Gonçalves, Marcelinho, Paulinho Moccelin, Safira e Uelber.

Provável Londrina:

CORITIBA FOOT BALL CLUB

O Coritiba foi muito pressionado durante o estadual, trocou de técnico e acabou com dois vices-campeonato em cada taça do Campeonato Paranaense. Porém, após a chegada do técnico Umberto Louzer, o time ganhou um padrão de jogo e melhorou o futebol.

Na Série B, vitória em casa e empate fora, deixam a equipe com quatro pontos em dois jogos. Com promoção de ingresso, a expectativa é de casa cheia para enfrentar o Tubarão. O Coxa terá pelo menos uma mudança, o meio-campo Thiago Lopes, se lesionou e está fora do jogo, o meio-campo Giovanni retorna a equipe titular.

Outras mudanças que podem ocorrer, são as reestreias dos volantes João Vitor e Matheus Sales. João Vitor era titular até rescindir seu contrato com a Ponte Preta, que ocasionou uma rescisão com o Alviverde. Se optar por ele, Luiz Henrique deve perder vaga entre os 11.

Provável Coritiba:

Campanhas passadas:

Em 38 rodadas em 2018, o Londrina ficou na 8ª posição com 55 pontos. O Coritiba terminou na 10ª colocação com 52 pontos.

Último confronto:

O último confronto entre os clubes, ocorreu recentemente, no dia 7 de abril, na semifinal da Taça Dirceu Krüger do Campeonato Paranaense, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR) e teve vitória do Coxa por 2 a 1. Devid, marcou o gol Alviceleste e, Rodrigão e Wanderley fizeram os tentos do Alviverde.

FICHA TÉCNICA
CORITIBA X LONDRINA

Coritiba: Wilson; Diogo Mateus, Alan Costa, Romércio e Fabiano; Vitor Carvalho, Luiz Henrique (João Vitor), Welinton Júnior, Patrick Brey e Giovanni; Rodrigão.
Técnico: Umberto Louzer.

Londrina: Matheus Albino; Raí Ramos, Sílvio, Augusto e Felipe Vieira; Germano, Bertotto (Rômulo) e Higor Leite; Marcelinho, Anderson Oliveira e Safira.
Técnico: Alemão.

Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data/ Horário: 09/05/2019, às 21h30
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Árbitros Assistentes: Herman Brumel Vani (SP) e Evandro de Melo Lima (SP).

Foto: Gustavo Oliveira/ Londrina EC Oficial.

Para conquistar segunda vitória na competição, Londrina estreia em casa contra o Brasil de Pelotas

Animado pela vitória fora de casa na estreia do Campeonato Brasileiro da Série B, o Londrina quer conquistar o segundo triunfo na competição nesta sexta-feira (3), às 19h15, no Estádio do Café, contra o Brasil de Pelotas. O Tubarão não contará com dois jogadores de meio-campo e um atacante para este confronto.

O técnico Alemão terá três problemas para está partida e uma solução. Os meio-campistas Luquinha e Arthur Caculé não participaram das atividades durante e semana e estão fora da partida. Já registrado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF, o meio-campo Higor Leite deve começar entre os 11 titulares contra o Xavante. Já o atacante Dagoberto, teve uma lesão grau 1 na coxa direita e está fora do confronto. Safira deve permanecer como a referência do ataque Alviceleste.

Ainda no meio-campo, o volante Germano retorna a equipe após ser poupado contra o CRB, Matheus Bertotto volta para o banco de reservas. Nas demais posições, nenhuma alteração em relação ao time que venceu em Maceió (AL).

Para o primeiro confronto em casa na Série B, o técnico Alemão novamente convocou o torcedor para comparecer ao Estádio do Café:

“As equipes que sobem, o apoio da torcida é muito grande, porque eu acredito muito que uma equipe puxa o torcedor para ela, se nós entrarmos dentro de campo e  não tiver um jogo bonito, um jogo bom, o torcedor não irá vir, isso é lógico. Mas tem momentos em que a torcida leva a equipe, as vezes em um momento do jogo em que a equipe precisa de mais força, uma força extra e realmente a força da torcida é muito importante”

Provável Londrina:

GRÊMIO ESPORTIVO BRASIL

Após um início de ano bem abaixo do esperado, o Brasil de Pelotas tenta fazer uma boa Série B para apagar o baixo rendimento nos primeiros meses do ano. O time escapou do rebaixamento no Campeonato Gaúcho nas últimas rodadas, caiu na 2ª fase da Copa do Brasil e não estreou bem na segunda divisão nacional.

A derrota em casa diante do RB Bragantino, por 1 a 0, fez o técnico Rogério Zimmermann fazer algumas mudanças na equipe e também por necessidade. Sem poder contar com Bruno Paulo, que não teve a extensão de contrato aparecendo no BID, Bruno Santos fora da temporada e Pará com lesão muscular. Também tem dúvidas na lateral-esquerda, onde Ricardo Luz, Héverton e Sousa disputam a posição.

Provável Brasil:

Campanhas passadas:

O Londrina terminou a Série B de 2018 com 55 pontos na 8ª posição. O clube gaúcho, encerrou sua participação no 11º lugar com 50 pontos.

Último confronto:

O último jogo entre as equipes aconteceu também no Estádio do Café, pela 26ª rodada da Série B de 2018, quando o Alviceleste venceu por 1 a 0, gol de pênalti de Dagoberto. Naquela altura, o Tubarão se afastava da zona de rebaixamento e colocava o adversário entre os quatro últimos.

FICHA TÉCNICA
LONDRINA X BRASIL

Londrina: Matheus Albino; Raí Ramos, Sílvio, Augusto e Felipe Vieira; Anderson Leite, Germano e Higor Leite; Marcelinho, Anderson Oliveira e Safira.
Técnico: Alemão.

Brasil: Carlos Eduardo; Ednei, Bruno Aguiar, Leandro Camilo e Rodrigo Luz (Héverton ou Sousa); Leandro Leite, Carlos Jatobá, Washington e Murilo Rangel; Branquinho e Jubá.
Técnico: Rogério Zimmermann.

Local: Estádio do Café, em Londrina (PR)
Data/ Horário: 03/05/2019, às 19h15
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE)
Árbitros Assistentes: Francisco Chaves Bezerra Júnior (PE) e Bruno César Chaves Vieira (PE).

Foto: Gustavo Oliveira/ Londrina EC Oficial.

Saindo atrás do marcador, Londrina vira o placar sobre o CRB e estreia bem na Série B

O Londrina derrotou de virada o CRB por 2 a 1, no Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL), pela 1ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Victor Rangel abriu o placar para o clube alagoano, mas Arthur Caculé e Safira deram a vitória ao Alviceleste. Com a derrota em casa, o clube Alvirubro ocupa a 15ª colocação, com um jogo para acabar a rodada, pode variar na posição final. O LEC momentaneamente ocupa a 3ª posição com três pontos. Na 2ª rodada, o Galo vai até Curitiba (PR), onde encara o Paraná Clube, no Estádio Durival Brito e Silva, no sábado (4), às 19h. Já o Alviceleste joga no dia anterior, na sexta-feira (3), às 19h15, no Estádio do Café, contra o Brasil de Pelotas.

Londrina não começa bem, mas após parada técnica, vira o jogo

Com 2 minutos de partida, o Londrina saiu jogando errado, João Paulo acionou Victor Rangel, que dominou e arriscou de longe com a perna esquerda, a bola foi no ângulo esquerdo de Matheus Albino, que nada pôde fazer. Aos 8′, após a defesa do Tubarão afastar a bola, Wellington Carvalho chutou de longe e a bola foi para fora.

Com 10′, Augusto errou na saída de jogo, Maílson recuperou e bateu cruzado, Matheus Albino espalmou para o lado. Aos 24 minutos, Marcelinho tabelou com Safira e arriscou, Edson Mardden espalmou a bola. Dois minutos depois, William Barbio acionou Dirceu Lucas, que invadiu a área e bateu colocado, Albino mandou para escanteio.

Aos 28′, Daniel Borges arrumou para a perna esquerda e bateu, a bola quicou na frente de Matheus Albino, que encaixou ela. Cinco minutos depois, William Barbio alcançou o lançamento na ponta esquerda, puxou para o meio e serviu Igor, que bateu por cima da meta Alviceleste.

Com 38′, Matheus Bertotto recuperou a bola, trabalhou com Anderson Oliveira e acionou o ponta novamente, que entrou dentro da área e rolou para trás, onde Arthur Caculé bateu de três dedos para empatar a partida. Aos 43 minutos, Anderson Oliveira acionou Felipe Vieira, que fez a ultrapassagem e cruzou no segundo pau, onde Safira bateu no canto do arqueiro do Galo, virada do Tubarão.

Aos 45′, Claudinei ajeitou e arriscou de longe, Matheus Albino pulou no canto direito para mandar para fora. Um minuto depois, João Paulo fez um lançamento, Victor Rangel dominou no peito dentro da área e virou uma bicicleta, a bola passou perto da meta de Albino.

Tubarão segura o time da casa e consegue estrear com vitória em Maceió

Com 1 minuto, Marcelinho trabalhou com Arthur Caculé, que girou e bateu para o gol, a bola foi para fora. Aos 14′, Arthur Caculé teve espaço, carregou, pedalou para cima da marcação, invadiu a área e soltou a perna esquerda, a bola explodiu no travessão de Edson Mardden.

Com 16′, Claudinei cruzou na cabeça de William Barbio, que testou e Matheus Albino fez uma ótima defesa, na sobra, Guilherme Costa bateu, Albino desviou e Sílvio salvou em cima da linha. Aos 21 minutos, William Barbio tocou para Igor, que de perna direita arriscou para o gol e a bola foi pelo lado direito de Albino.

Com 31 minutos, Marcelinho dividiu a bola na entrada da área e ela sobrou com Anderson Oliveira, que arriscou e a bola foi para fora. Seis minutos depois, Igor cobrou falta para dentro da área, Wellington Carvalho desviou e de peixinho, Victor Rangel mandou de cabeça por cima do gol.

FICHA TÉCNICA
CRB X LONDRINA

CRB: Edson Mardden; Daniel Borges, Wellington Carvalho, Guilherme Mattis e Igor; Claudinei, Dirceu Lucas (Zé Carlos) e João Paulo (Guilherme Costa); William Barbio, Maílson (Felipe Ferreira) e Victor Rangel.
Técnico: Marcelo Chamusca.

Londrina: Matheus Albino; Raí Ramos, Sílvio, Augusto e Felipe Vieira; Matheus Bertotto, Anderson Leite (Rômulo) e Arthur Caculé (Matheus Bianqui); Marcelinho, Anderson Oliveira e Safira (Uelber).
Técnico: Alemão.

Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL)
Data/ Horário: 28/04/2019, às 16h
Árbitro: José Cláudio Rocha Filho (SP)
Árbitro assistente: Fábio Rogério Baesteiro (SP) e Enderson Emanoel Turbiani da Silva (SP).

Público/ Renda: não divulgado.
Cartão amarelo: Safira, Anderson Oliveira e Matheus Albino (Londrina)
Gols: Victor Rangel aos 2′ do 1º tempo (CRB); Arthur Caculé aos 38′ do 1º tempo e Safira aos 43′ do 1º tempo (Londrina).

Foto: Gustavo Oliveira/ Londrina EC Oficial.

Para começar bem, Londrina visita o CRB-AL, em Maceió

O momento tão esperado chegou! Neste domingo (28), às 16h, o Londrina Esporte Clube fará sua estreia no Campeonato Brasileiro da Série B de 2019, no Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL). De agora em diante, serão 38 rodadas para que o Tubarão busque o sonhado acesso à elite do futebol brasileiro.

Com o técnico Alemão no comando da equipe interinamente até a 8ª rodada da competição e a última antes da parada para a Copa América, o Londrina vai apostar na base que o próprio treinador montou durante o estadual e que surpreendeu na Copa do Brasil, chegando até a 4ª fase.

Para este confronto, o Alviceleste não contará com três atletas que foram titulares no último confronto, diante do Bahia, na partida de volta da Copa do Brasil. O volante Germano, o meio-campo Luquinha e o atacante Dagoberto foram poupados desta partida por conta do desgaste físico do último jogo.

Na vaga do capitão, Matheus Bertotto e Rômulo brigam pela vaga. Rômulo atuou mais durante o ano, mas Bertotto deixou boa impressão nesta posição diante do Maringá FC. Na vaga de Luquinha, o jogador que tem as características mais próximas é Arthur Caculé, que entrou no decorrer do jogo do Bahia. Como o atacante, no lugar de Dagol, Safira e Uelber brigam pela posição.

O zagueiro Sílvio, falou sobre a experiência que a Copa do Brasil pode ajudar o Londrina a ir bem na Série B:

“É aproveitar a experiência que nos foi oferecida através da Copa do Brasil, ter consciência disso, que vamos enfrentar equipes de diferentes níveis de competitividade, vamos jogar contra uma equipe intensa em Maceió, que propõe o jogo, que gosta de jogar com a bola no pé e a nossa segunda rodada já contra um equipe que  opta muito pela bola aérea e segunda bola, temos que se adaptar a isso, essas questões do adversário, mas manter nossa essência”

Relacionados do Londrina:

Goleiros: Emerson e Matheus Albino;
Laterais: Felipe Vieira, Hélder e Raí Ramos;
Zagueiros: Augusto, Sílvio e Wallace Acioli;
Meio-campistas: Anderson Leite, Arthur Caculé, Bruno Paulista, Matheus Bertotto, Matheus Bianqui e Rômulo;
Atacantes: Anderson Oliveira, Diego Gonçalves, Marcelinho, Paulinho Moccelin, Safira e Uelber.

Provável Londrina:

CLUBE REGATAS BRASIL – CRB

Após perder o título estadual para o maior rival e nos pênaltis, o CRB só pensa na Série B. O técnico Marcelo Chamusca, que chegou a equipe após a eliminação na Copa do Nordeste, teve uma semana para trabalhar os titulares para este confronto.

Como dúvida, o treinador tem o zagueiro Ewerton Páscoa ou Guilherme Mattis e duas ausências confirmadas. O meio-campo Felipe Menezes, que está em fase de transição e o atacante Hugo Sanches, que teve um lesão no joelho. Para suas vagas, Dirceu Lucas entra no meio-campo e Victor Rangel no ataque.

Provável CRB:

Campanhas passadas:

O Londrina na Série B de 2018 terminou na 8ª colocação com 55 pontos. Já o CRB encerrou a competição na 12ª posição com 48 pontos.

Último confronto:

O último jogo entre as equipes pode ser um pouco traumática para o torcedor Alviceleste. Derrota dentro do Estádio do Café, por 2 a 1, com mais de 24 mil pessoas, na 37ª rodada da Série B de 2018. Com o resultado, as chances de acesso do Tubarão foram extinguidas e o clube alagoano se livrou do rebaixamento.

FICHA TÉCNICA
CRB X LONDRINA

CRB: Edson Mardden; Júnior, Wellington Carvalho, Ewerton Páscoa (Guilherme Mattis) e Igor; Claudinei, Dirceu Lucas e Ferrugem; William Barbio, Maílson e Victor Rangel.
Técnico: Marcelo Chamusca.

Londrina: Matheus Albino; Raí Ramos, Sílvio, Augusto e Felipe Vieira; Matheus Bertotto (Rômulo), Anderson Leite e Arthur Caculé; Marcelinho, Anderson Oliveira e Safira (Uelber).
Técnico: Alemão.

Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL)
Data/ Horário: 28/04/2019, às 16h
Árbitro: José Cláudio Rocha Filho (SP)
Árbitro assistente: Fábio Rogério Baesteiro (SP) e Enderson Emanoel Turbiani da Silva (SP).

Foto: Gustavo Oliveira/ Londrina EC Oficial.

Londrina vence com muita luta, mas não tira a vantagem do Bahia e dá adeus na Copa do Brasil

O Londrina venceu, lutou e tentou reverter a vantagem do Bahia, mas não conseguiu. Resultado de 2 a 1 para o Alviceleste. Os gols do LEC foram de Anderson Oliveira e Dagoberto, já Fernandão fez o gol do Tricolor. O próximo compromisso do Alviceleste será a estreia no Campeonato Brasileiro da Série B, contra o CRB, em Maceió (AL), no Estádio Rei Pelé, no domingo (28), às 16h. Já o Tricolor baiano recebe o Corinthians, na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA), também no domingo (28), às 16h, na estreia do Campeonato Brasileiro da Série A. O adversário do Bahia vai ser conhecido após sorteio da 5ª fase da Copa do Brasil, que será realizado pela CBF.

Londrina vai para cima, abre o placar rápido, sofre o empate, mas termina a primeira etapa na frente

Na primeira chegada! Com menos de um minuto, Anderson Leite avançou e chutou cruzado, Anderson Oliveira chapou a bola no canto de Anderson, 1 a 0 Tubarão. Aos 3, Artur recebeu na ponta esquerda e bateu cruzado, Matheus Albino foi no canto e espalmou, depois mandou para escanteio. Com 8 minutos, Germano fez um lançamento para Dagoberto, que dominou no peito, girou e bateu, a bola foi para fora.

Aos 10′, Artur cruzou da esquerda e Fernandão de peixinho, testou por cima do gol. Com 13′, Felipe Vieira cobrou falta da ponta direita, Augusto subiu e cabeceou por cima do gol. Sete minutos depois, Arthur Caíke cobrou falta frontal ao gol, Matheus Albino caiu no canto esquerdo e espalmou.

Com 21 minutos, Germano recuou mal a bola e Fernandão saiu cara a cara com Matheus Albino e só deslocou o goleiro para empatar o jogo. Quatro minutos depois, Douglas arriscou de fora da área e Matheus Albino espalmou para escanteio.

Com 33′, Paulinho derrubou Dagoberto dentro da área. Na cobrança, Dagoberto mandou no canto direito de Anderson, que não saiu na foto. Aos 43 minutos, Arthur Caíke cobrou escanteio, Xandão cabeceou e Albino fez a defesa.

Tubarão tentou, esbarrou no goleiro adversário, mas saiu de cabeça erguida

Com 5′, Anderson Oliveira fez a jogada e acionou Luquinha, que pegou de primeira e a bola desviou, saindo pela linha de fundo. Aos 15 minutos, Dagoberto cobrou falta com perfeição, no ângulo esquerdo de Anderson, que foi buscar e mandou para fora.

Com 23′, após lançamento de Arthur Caculé, Diego Gonçalves puxou a marcação e ajeitou para Luquinha, que bateu colocado e a bola passou perto do travessão de Anderson. Aos 33 minutos, Luquinha cobrou falta da direita e Safira desviou de cabeça, a bola tirou tinta da trave direita de Anderson.

Aos 38 minutos, Artur armou contra-ataque, carregou e acionou Flávio, que bateu para o gol e a bola foi para fora.

FICHA TÉCNICA
LONDRINA X BAHIA

Londrina: Matheus Albino; Raí Ramos, Sílvio, Augusto e Felipe Vieira; Anderson Leite, Germano (Arthur Caculé) e Luquinha; Marcelinho (Diego Gonçalves), Anderson Oliveira e Dagoberto (Safira).
Técnico: Alemão.

Bahia: Anderson; Nino Paraíba, Ernando, Xandão e Paulinho; Gregore, Douglas e Eric Ramires (Flávio); Arthur Caík (Shaylon)e, Artur e Fernandão (Gilberto).
Técnico: Roger Machado.

Local: Estádio do Café, em Londrina (PR)
Data/ Horário: 25/04/2019, às 19h15
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Árbitros Assistentes: Celso Luiz da Silva (MG) e Ricardo Junio de Souza (MG).

Público/ Renda: 752 pagantes/ 922 total/ R$ 21.25,00.
Cartão amarelo: Germano e Safira (Londrina); Nino Paraíba, Gilberto, Gregore e Xandão (Bahia)
Gols: Anderson Oliveira a 1′ do 1º tempo e Dagoberto aos 33′ do 1º tempo (Londrina); Fernandão aos 21′ do 1º tempo (Bahia).

Foto: Gustavo Oliveira/ Londrina EC Oficial.

Com promoção para mulheres e crianças, Londrina encara o Bahia, após semana conturbada

Com promoção de entrada gratuita para mulheres e crianças, o Londrina recebe o Bahia pela partida de volta da 4ª fase da Copa do Brasil, nesta quinta-feira (25), às 19h15, no Estádio do Café, em Londrina (PR). Após semana conturbada nos bastidores, o Tubarão precisa vencer por quatro gols de diferença para levar a disputa para as penalidades ou por cinco gols para avançar na competição nacional.

Com a saída de Roberto Fonseca, o comando técnico será de Alemão, que havia virado auxiliar fixo do clube. O treinador sinalizou que deverá trazer de volta ao time titular, os atletas que ele trabalhou durante o Campeonato Paranaense. O zagueiro Sílvio, o lateral-esquerdo Felipe Vieira e o atacante Marcelinho.

O Tubarão não poderá contar com o atacante Paulinho Moccelin, que foi expulso na partida de ida, com isso, Marcelinho retoma sua vaga na equipe titular. O atacante Dagoberto é dúvida para o confronto, já que não trabalhou com a equipe no treino no palco da partida na terça-feira (23), alegando dores musculares.

Sobre o final de semana conturbado nos bastidores, Alemão comentou dizendo que o futebol é assim:

“O futebol é assim, a gente fala que hoje em dia o futebol está dinâmico dentro de campo e fora do campo também, ele tem essas circunstâncias que acontece, que na verdade pegou todo mundo de surpresa, quando o Sérgio [Malucelli] me ligou informando a saída do Fonseca, eu lamentei muito, porque é um grande profissional, provou isso e tem capacidade plena, e as circunstâncias do jogo, das situações acabou fazendo ele tomar essas decisões, eu como foi combinado, estava a disposição do clube, estou mais uma vez a disposição para tentar fazer um grande trabalho, resgatar nossa confiança, pois é ruim você perder, principalmente de quatro a zero, é muito pior”

O técnico também terá a disposição os novos reforços, o atacante Diego Gonçalves e o meio-campo Arthur Caculé, que foram apresentados na tarde da última terça-feira (23).

Provável Londrina: 

De volta ao comando, Alemão deve fazer o retorno dos atletas que trabalharam com ele durante o Campeonato Paranaense.

Campanha

Para chegar até a 4ª fase da Copa do Brasil, o Tubarão passou por três adversários: Americano (RJ), Paraná Clube e Botafogo (PB).

Americano 1 x 2 Londrina – Estádio Elcyr Resende, em Saquarema (RJ)

Londrina 1 (5) x (4) 1 Paraná Clube – Estádio do Café, em Londrina (PR)

Botafogo (PB) 0 x 2 Londrina – Estádio Almeidão, em João Pessoa (PB)
Londrina 3 x 3 Botafogo (PB) – Estádio do Café, em Londrina (PR)

Bahia 4 x 0 Londrina – Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Dados da competição

O Londrina fez cinco jogos na competição com duas vitórias, dois empates e uma derrota, com aproveitamento de 53,3% na Copa do Brasil. O Tubarão marcou oito gols e sofreu nove tentos, saldo de um gol negativo. O zagueiro Augusto, o meio-campo Luquinha e o atacante Marcelinho são os artilheiros do Alviceleste na competição com dois gols cada. O lateral-esquerdo Felipe Vieira e o atacante Anderson Oliveira fizeram um cada.

Em cinco jogos, os atletas do Londrina levaram 13 cartões amarelos e um vermelho. Rômulo levou quatro cartões amarelos e um vermelho.

ESPORTE CLUBE BAHIA

O Esquadrão de Aço tem uma grande vantagem para o confronto de volta contra o Tubarão, pode até perder por três gols de diferença, que mesmo assim ainda avança na competição nacional.

O técnico Roger Machado tem alguns problemas e poderá escalar alguns atletas considerados reservas. O zagueiro Lucas Fonseca, com dores musculares deve dar lugar para Xandão. Já o volante Elton, foi liberado pelo clube para resolver assuntos particulares, com isso, Douglas que volta após cumprir suspensão, deve fazer o meio-campo junto com Gregore. No ataque, o atacante Gilberto pode ser poupado, dando lugar a Fernandão.

Provável Bahia:

Com algumas mudanças, o técnico Roger Machado terá que fazer alterações em relação ao time que venceu no jogo de ida.

Campanha

Para chegar a 4ª fase da Copa do Brasil, o Esquadrão de Aço passou por três adversários: Rio Branco (AC), Santa Cruz (RN) e CRB (AL).

Rio Branco (AC) 2 x 2 Bahia – Arena da Floresta, em Rio Branco (AC)

Santa Cruz (RN) 0 x 1 Bahia – Arena das Dunas, em Natal (RN)

CRB (AL) 1 x 1 Bahia – Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL)
Bahia 1 x 0 CRB (AL) – Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Bahia 4 x 0 Londrina – Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Dados na competição

O Bahia fez cinco jogos na competição com três vitórias e dois empates, tendo um aproveitamento de 73,3%. O Tricolor marcou nove tentos e levou três gols, tendo um saldo positivo de seis gols. O atacante Gilberto marcou três vezes para o clube baiano. O atacante Arthur Caíke fez dois gols e Elton, Artur, Nino Paraíba e Fernandão marcaram um gol cada.

Na competição em cinco jogos disputados, os jogadores do Tricolor levaram oito cartões amarelos e um vermelho. O lateral-esquerdo Moisés recebeu três cartões amarelos. Já o volante Douglas foi expulso na partida de volta contra o CRB.

Último confronto entre as equipes

O último jogo entre as duas equipes aconteceu na partida de ida da Copa do Brasil, com vitória por 4 a 0 para o Bahia. Arthur Caíke, Nino Paraíba, Artur e Fernandão, fizeram os tentos desse jogo.

FICHA TÉCNICA
LONDRINA X BAHIA

Londrina: Matheus Albino; Raí Ramos, Sílvio, Augusto e Felipe Vieira; Germano, Anderson Leite e Luquinha; Marcelinho, Anderson Oliveira e Dagoberto (Uelber).
Técnico: Alemão.

Bahia: Anderson; Nino Paraíba, Ernando, Xandão e Paulinho; Douglas, Gregore e Ramires; Artur, Arthur Caíke e Gilberto (Fernandão).
Técnico: Roger Machado.

Local: Estádio do Café, em Londrina (PR)
Data/ Horário: 25/04/2019, às 19h15
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Árbitros assistentes: Celso Luiz da Silva (MG) e Ricardo Junio de Souza (MG).

Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia Oficial.

Por que não acreditar na história do Londrina?

Após a derrota por 4 a 0 na partida de ida da 4ª fase da Copa do Brasil, muitos torcedores do Londrina Esporte Clube já abriram mão de acreditar em uma virada Alviceleste neste confronto contra o Bahia. Que é muito difícil conseguir reverter um placar contra uma equipe qualificada como a do Esquadrão de Aço, é sim, mas por que não acreditar em uma virada histórica, daquelas que só o Londrina é capaz de proporcionar? Veja alguns exemplos abaixo que o Tubanautas apresenta:

Final do Campeonato do Norte de 1962

Vamos voltar lá atrás, no início da história do Tubarão, que naquele período ainda era Londrina Futebol e Regatas e era conhecido como o Caçula Gigante. Na decisão do Campeonato do Norte Paranaense, o campeão iria disputar o título estadual num triangular que já contava com Cambaraense e Coritiba.

Na decisão do Norte, Apucarana FC e Londrina FR. Naquela época, as decisões eram jogadas em melhor de três partidas, quem somasse mais de cinco pontos primeiro, era o campeão. No dia 23 de fevereiro de 1963, a primeira partida entre os clubes e terminou em 1 a 1, em jogo disputado em Apucarana (PR).

No 2º jogo, em Londrina (PR), vitória dos visitantes por 2 a 1. Para a terceira e que poderia ser a decisiva, um empate bastava para a equipe da Cidade Alta. Como já tinha sido jogado uma partida em casa cidade, o jogo foi para um campo neutro, na cidade de Curitiba (PR). No dia 10 de março de 1963, o Londrina FR derrotou o Apucarana FC por 3 a 2 e forçou uma quarta partida para saber quem seria o o campeão do Norte.

Três dias mais tarde, novamente em Curitiba (PR), nova vitória do Caçula Gigante por 2 a 1 e o Londrina FR pôde comemorar o título do Norte, que garantiu sua vaga no triangular final do Paranaense, em que acabou como o campeão posteriormente.

O Pacto de Goiânia e a classificação em 1977

O famoso “Pacto de Goiânia” é uma das histórias mais conhecidas da Londrina Esporte Clube. Após não ir bem na primeira fase do Campeonato Brasileiro da 1977, o Tubarão foi para a repescagem, caindo no Grupo P ao lado de Athletico Paranaense, Goiás, Vila Nova e Goiânia. Com a vitória sobre o Goiânia e a derrota para o Athletico, o Alviceleste precisaria vencer as duas partidas no Estado de Goiás para voltar classificado a 3ª fase.

Sem confiar no time, o Londrina viajou para Goiânia sem nenhum dirigente com a equipe. Os jogadores se reuniram e decidiram firmar um pacto de voltar classificado para mostrar aos que não acreditavam que o time poderia avançar de fase. Pois bem, o primeiro adversário era o Vila Nova, em Goiânia (GO), no Estádio Serra Dourada. Com o gol de pênalti de Xaxá, o Tubarão continuou vivo na competição, mas para isso, teria que derrotar o Goiás.

Três dias depois, novamente no Estádio Serra Dourada, o Tubarão virou a placar para cima do Esmeraldino com dois tentos do atacante Brandão e com o resultado, o Londrina avançou para a próxima fase do Brasileiro de 1977, o resto da história todo torcedor Alviceleste já conhece.

Dois gols que fizeram Serafim Meneghel pirar

Final do Campeonato Paranaense de 1992, Estádio do Café e a final Caipira, entre Londrina e União Bandeirantes. Na partida de ida, dia 5 de dezembro do mesmo ano, empate por 0 a 0. No segundo jogo, dia 12 de dezembro, o União abriu 2 a 0 no placar no início do 2º tempo. Com a garra e força da torcida, Tadeu converteu o pênalti e Márcio Alcântara, aos 45 minutos da segunda etapa, empatou o jogo, forçando a terceira partida.

Muito dizem que o presidente do Caçula Milionário, Serafim Meneghel já estava comemorando o primeiro título Paranaense da história neste momento. No terceiro e decisivo jogo, gol de João Neves e o terceiro título estadual para o Tubarão.

Um adversário do próximo confronto, brilhou em 2014

Talvez a virada mais parecida com que o Londrina precisa diante do Bahia. Semifinal do Campeonato Paranense de 2014, entre Athletico Paranaense e Londrina. Na partida de ida, no Ecoestádio, em Curitiba (PR), com um jogador a mais, o Furacão conseguiu a virada no jogo e fez 3 a 1 no Tubarão.

Na partida da volta, no dia 3 de abril de 2014, no Estádio do Café, o Furacão abriu o placar logo aos 14 minutos do 1º tempo. Isso forçaria o Alviceleste a marcar quatro gols para se classificar no tempo normal ou três, para levar a decisão para a marca da cal. No final da primeira etapa, o rei Arthur, que hoje está no Bahia e é conhecido como Arthur Caíke, empatou a partida para o Tubarão.

Na segunda etapa, no embalo da torcida, Joel e com mais dois gols de Arthur, o Londrina derrotou o Athletico e se classificou para a final do estadual, onde venceu o Maringá FC na final no Estádio Willie Davids, em Maringá (PR).

Novamente uma sobrevida do Tubarão, que o levou para a final e o título

Mais recente, em 2017, na semifinal da Copa da Primeira Liga, contra o Cruzeiro, no Estádio do Café. O clube mineiro abriu dois a zero no placar, com um gol no primeiro tempo e outro, na segunda etapa. Já próximo dos 40 minutos do segundo tempo, Safira, diminuiu com um cabeçada certeira.

No último lance, Safira invadiu a área e foi derrubado. No pênalti, Germano bateu com muita categoria no canto direito de Rafael, empatando a partida e levando para as penalidades máxima. Na marca da cal, brilhou a estrela do goleiro César, que fez três defesas e ajudou a classificar o Tubarão para a final da Copa da Primeira Liga, onde o Tubarão também acabou levantando a taça.

Londrina x Bahia

Por que não acreditar que o Londrina consiga um resultado histórico na noite da próxima quinta-feira (25), no Estádio do Café, às 19h15, na partida de volta da 4ª fase da Copa do Brasil. A história rica desse clube mostra que pode acontecer um milagre.

Bora ir apoiar o time da cidade neste confronto diante do Bahia, que já é histórico só pelo fato do Tubarão ter alcançado a 4ª fase da Copa do Brasil.

Foto: Gustavo Oliveira/ Londrina EC Oficial.

TubaCast #17

BOMBAAAAAAA! Em uma semana aconteceu o inesperado, dá o play e ouça nosso pitaco sobre essa situação!

Roberto Fonseca não é mais técnico do Londrina; Alemão assume o time

Neste sábado (20), o Londrina Esporte Clube comunicou que Roberto Fonseca não é mais técnico do Tubarão. O treinador informou o executivo de futebol, Ocimar Bolicenho e o gestor do clube, Sérgio Malucelli, sobre sua decisão e entregou o cargo.

Após a volta do time para Londrina, depois de perder por 4 a 0 para o Bahia, na partida de ida da Copa do Brasil, Fonseca concedeu entrevista coletiva no aeroporto José Richa, em Londrina (PR). Respondeu as perguntas normalmente.

Fonseca nesta passagem, comando o clube por apenas uma partida, a derrota para o Bahia na Copa do Brasil.

Confira abaixo a nota oficial do Londrina Esporte Clube:

O Londrina Esporte Clube comunica que recebeu o pedido de demissão do técnico Roberto Fonseca na noite de sexta-feira (19), após a chegada da delegação da equipe principal alviceleste a Londrina.
 A partir disso, a diretoria do clube se reúne neste sábado (20) para tomar as decisões cabíveis quanto ao pedido de demissão do treinador e definir o planejamento para a sequência da Copa do Brasil e estreia no Campeonato Brasileiro da Série B.

Por meio da sua conta no Instagram, Roberto Fonsec alegou dificuldades no planejamento inicial e problemas com imprensa e torcida que ultrapassaram o lado profissional. Confira abaixo:

Com a saída de Roberto Fonseca, Alemão volta a dirigir o time até que se tome um decisão para que o Alemão assuma o time oficialmente ou interinamente, até a chegada de um novo técnico.

Foto: Gustavo Oliveira/ Londrina EC Oficial

Londrina tem má atuação, jogador expulso e sofre derrota pesada para o Bahia na Copa do Brasil

O Londrina foi até Salvador (BA), para encarar o o Bahia na partida de ida da 4ª fase da Copa do Brasil, na Arena Fonte Nova e perdeu por 4 a 0. Arthur Caíke, Nino Paraíba, Artur e Fernandão marcaram os gols do Esquadrão de Aço. O Tubarão teve ainda o atacante Paulinho Moccelin expulso na primeira etapa. Com a derrota, o Alviceleste precisa vencer a partida de volta por quatro gols de diferença para levar aos pênaltis ou mais de cinco para garantir a classificação. O jogo da volta será na próxima quinta-feira (25), às 19h15, no Estádio do Café, em Londrina (PR).

Londrina sofre com pressão, dois gols e expulsão

Como era esperado, a equipe baiana tentando chegar e pressionar o Londrina. Com 11 minutos, Eric Ramires chegou pela direita e cruzou para dentro da área, a defesa do Tubarão não conseguiu afastar e Gilberto tentou desequilibrado, a bola foi à direita de Matheus Albino. Aos 18′, Dagoberto cobrou falta de longe e a bola foi por cima da meta do Esquadrão de Aço.

Com 20′, Nino Paraíba armou contra-ataque, ganhou na dividida de Neuton e arriscou para o gol da entrada da área, a bola foi cruzada, Gilberto até tentou um desvio, mas não conseguiu, bola pela linha de fundo. Quatro minutos depois, Gilberto ganhou da defesa Alviceleste e Artur lançou para Arthur Caíke, que saiu de frente com o goleiro e de perna esquerda, mandou no fundo das redes de Matheus Albino.

Aos 28 minutos, Nino Paraíba armou contra-ataque, trabalhou com Gilberto, que devolveu a bola para o lateral, que dominou, puxou para a perna direita e bateu com muita felicidade sem chances para o arqueiro do Tubarão. Três minutos depois, Luquinha cobrou falta e Anderson fez uma boa defesa.

Com 39′, Paulinho Moccelin cometeu falta em Gilberto e deixou o braço no rosto do atleta Tricolor, o árbitro Péricles Bassols Pegado Cortez aplicou cartão vermelho direto para o atacante do Tubarão. Aos 42 minutos, Moisés cobrou falta rápida, Anderson Leite não afastou e Lucas Fonseca arriscou de longe, a bola passou perto do gol de Matheus Albino.

Confira os gols da primeira etapa entre Bahia e Londrina nas imagens da TV Bahêa:

🎥⚽ ⚽ Dois gols pro Bahia no primeiro tempo! Primeiro Arthur Caíke, depois Nino! Assista aqui! #BBMP

Posted by Esporte Clube Bahia on Thursday, April 18, 2019

Sem tanta intensidade, Tricolor faz mais dois e fecha em 4 a 0

Logo aos 5 minutos da 2ª etapa, Artur ganhou a dividida, acionou Eric Ramires, que de letra, deixou para Arthur Caíke, que bateu colocado buscando o ângulo, a bola tirou tinta da trave de Matheus Albino. Com 15′, Luquinha cobrou falta na cabeça de Augusto, que testou por cima da meta de Anderson .

Aos 24 minutos, Nino Paraíba acionou Fernandão na linha de fundo e Matheus Albino fechou o ângulo do jogador, mandando a bola pela linha de fundo. Com 31, Nino Paraíba cruzou pela direita, Artur apareceu entre os zagueiros e testou para o fundo das redes de Matheus Albino.

Aos 46 minutos, Moisés cobrou falta na ponta direita e Matheus Albino espalmou para a linha de fundo. Na cobrança de escanteio, Artur cobrou na cabeça de Fernandão, que mandou no ângulo de Albino, que não conseguiu evitar.

FICHA TÉCNICA
BAHIA X LONDRINA

Bahia: Anderson; Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca e Moisés; Gregore (Flávio), Elton e Eric Ramires; Artur, Arthur Caíke (Rogério) e Gilberto (Fernandão).
Técnico: Roger Machado.

Londrina: Matheus Albino; Raí Ramos, Wallace Acioli, Augusto e Neuton (Felipe Vieira); Germano, Anderson Leite e Luquinha (Safira); Paulinho Moccelin, Anderson Oliveira e Dagoberto (Marcelinho).
Técnico: Roberto Fonseca.

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data/ Horário: 18/04/2019, às 20h
Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez (PE)
Árbitros Assistentes: Clóvis Amaral da Silva (PE) e Ricardo Bezerra Chianca (PE).

Público/ Renda: 17.695 pagantes/ R$ 243.910,00
Cartão amarelo: Elton e Flávio (Bahia)
Cartão vermelho: Paulinho Moccelin (Londrina)
Gols: Arthur Caíke aos 24′ do 1º tempo, Nino Paraíba aos 28′ do 1º tempo e Artur aos 31′ do 2º tempo e Fernandão aos 46′ do 2º tempo (Bahia).

Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia Oficial.