fbpx

Carlos Henrique marca no fim, e Londrina empata com o Maringá

Share this...

Londrina sofre no segundo tempo, sai atrás do placar, mas garante empate com o Maringá no último lance do jogo

Por Vinícius Eira
Foto: Gustavo Oliveira/Londrina EC

Por conta do avanço da pandemia, e de vetos e decretos, Londrina e Maringá estrearam com 12 dias de atraso, e no meio do caminho entre as cidades, em Arapongas. Mas mesmo diante desse cenário, a partida foi bem movimentada, com as duas equipes propondo o jogo dentro de suas estratégias. No fim, um empate que acabou com gostinho de vitória para o Londrina e derrota para o rival, mas que mantém o tabu de seis anos sem derrota alviceleste no clássico.


O JOGO

Além da estreia do próprio Silvio Canuto como técnico principal do Londrina, a equipe escalada hoje contava com quatro estreias, e muita expectativa sem iria encaixar ou não. O fato é que, dentro do estilo de jogo característico de Silvinho, as coisas fluíram como o esperado, com o Londrina ditando o ritmo do jogo, controlando as ações e retendo a bola.

Mas do outro lado, tinha um Maringá muito jovem, cheio de vitalidade, ansioso por uma oportunidade, e sem medo ou vergonha nenhuma de se fechar na defesa, com todo mundo atrás da linha da bola. O Dogão não dava espaços, impedia as infiltrações, e ainda levava muito perigo nas transições rápidas. E não que o Londrina ou Maringá tenham jogado mal na primeira, muito pelo o contrário, executavam suas estratégias com qualidade, e nos proporcionavam um bom duelo tático.

Chance clara de gol, o Maringá encontrou na bola parada, com Vilar e Cazonatti, na qual o Dalton teve de fazer uma grande intervenção; e o Londrina com Safira, após bola recuperada na defesa e rapidamente ligada ao atacante, que driblou dois defensores, mas parou no goleiro Caio.

Londrina Maringá
Victor Daniel foi um dos destaques da estreia do Tubarão no Paranaense (Gustavo Oliveira/Londrina EC)

Na segunda etapa, o ímpeto londrinense caiu muito, e o Maringá sobrou. E muito por conta do ponta esquerda Mirandinha, que infernizou a defesa do Londrina, prendeu João Carlos no campo defensivo, e criou muitas oportunidades. A mais clara delas, o pênalti, quando recebeu um lançamento longo, invadiu a área e tentou encobrir Dalton, mas foi atropelado pelo goleiro. Bassani foi para a bola e marcou o primeiro gol marcado pelo Dogão, e o primeiro gol sofrido pelo Tubarão no Campeonato Paranaense.

O Londrina esbarrava na marcação rival, e na falta de espaços e de criatividade de seus melhores jogadores, principalmente Adenílson, que esteve apagado em campo. Mas com desvantagem no placar, e sem muito tempo restante, o Tubarão se lançou ao ataque. Primeiro, Carlos Henrique perdeu um cabeceio embaixo das traves. Mas na sequência, o atacante desencantou. Após escanteio cobrado por Danilo, Caio saiu afastando mal, a bola sobrou na área, Matheus Bianqui ganhou a disputa com a defesa e cruzou para trás para o Carlão empatar o jogo, no apagar das luzes.

O Maringá reclamou muito do lance do gol, pois sabia que todo o esforço defensivo em mais de 100 minutos de jogo, contando os acréscimos, foi em vão, e o gosto se tornou amargo. Ao Londrina, restou celebrar o gol que tira o peso da estreia, e da responsabilidade de Carlos Henrique, que de muito criticado, desabafou a TV LEC, salientando todo o empenho e dedicação que vem tendo para voar com a camisa alviceleste em 2021.


FICHA TÉCNICA – Londrina 1×1 Maringá

Londrina: Dalton; João Carlos, Marcondes, Willian Correia e Luiz Henrique; Jean Henrique (Luan), Matheus Bianqui e Adenílson (Danilo); Douglas Santos (Wilker), Victor Daniel (Thiago Henrique) e Safira (Carlos Henrique). Técnico: Silvio Canuto.
Gol: Carlos Henrique, aos 50’2T.
Cartões amarelos: Dalton, João Carlos, Willian Correia, Jean Henrique, Douglas Santos e Lucas Costa (do banco de reservas).

Maringá: Caio; Nhayson, Rafael Castro, Vilar (Aquila) e Abel Paredes; Parrudo, Cazonatti e Sheldon (Gui Sales); Mirandinha (Queven), Vinicius (Bassani) e Vintecinco (Patrikão). Técnico: Marcos Soares.
Gol: Bassani, aos 37’2T.
Cartões amarelos: Abel Paredes e Cazonatti.

Árbitro: Lucas Paulo Torezin.
Assistentes: Luciano Roggenbaum e Bruno Fernando Aparecido Rohling.

Estádio: dos Pássaros, em Arapongas.


Confira os melhores momentos da partida (Reprodução/TV LEC)

LEIA MAIS: De volta ao Londrina, Jonatas Belusso é apresentado como reforço até o final de 2021
Londrina apresenta oficialmente o meia Marcelo Freitas
Londrina repatria Marcel e Felipe Vieira; ponta da Série A também chega

BAIXE O APLICATIVO DA TUBARÁDIO DE GRAÇA!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *