fbpx

Danilo volta após quase dois meses, marca e Londrina vence o Operário no Estádio do Café

Share this...

Londrina abre semifinais com vantagem, após vitória e fim de tabu contra o Operário, no Paranaense

Por Vinícius Eira
Fotos: Ricardo Chicarelli/Londrina EC

O Londrina começou as semifinais do Paranaense com o pé direito, curiosamente, o não dominante de Danilo, mas que ajudou a equipe a vencer o Operário por 1 a 0 no Estádio do Café. Após 84 minutos de muito equilíbrio, estudo, briga e poucas oportunidades, o jovem meia alviceleste acertou um belíssimo chute para colocar o LEC em vantagem na briga por uma vaga às finais.


O JOGO

Após início sem vitória na Série B, o Londrina mudou a chave e voltou suas atenções para o Paranaense. E no confronto de semifinais, Roberto Fonseca manteve a base que vinha, e pode disputar o estadual, com apenas uma mudança, a entrada de Augusto no lugar de Lucas Costa. Do lado do Operário, com muitos desfalques por Covid e lesões, Matheus Costa teve mais dificuldade para estruturar o Fantasma.

A primeira etapa foi marcada majoritariamente pela busca do controle do jogo e espaço. O Londrina novamente teve muita dificuldade na saída de bola e na criação de jogadas, e a única chance saiu com Douglas Santos em finalização ao lado do gol. Do outro lado, o Operário sentiu as ausências do sistema ofensivo e quase não criou, mas a pressão mais alta não deixou o LEC jogar.

Danilo prepara o chute que garantiu a vitória do Londrina no jogo (Ricardo Chicarelli/Londrina EC)

No segundo tempo, outra partida. O Londrina, muito mais focado no jogo, conseguiu pisar com mais liberdade no ataque, e viu um Operário cansado e sem ímpeto para seguir pressionando, além de abrir espaço entre as linhas e gerar muita liberdade na intermediária. Luiz Henrique, Bianqui, Adenílson e Salatiel cresceram e o Tubarão mordeu. O LEC levou mais perigo em finalizações de fora da área de Salatiel, Bianqui, Luan Marchiori e Adenílson, mas o gol estava destinado para carimbar um retorno triunfal.

Danilo teve uma lesão no ligamento colateral medial em abril, e após a recuperação foi colocado na lista de empréstimo do LEC para temporada. O atleta só permaneceu por conta da possível saída de Celsinho, e acabou fazendo história. O meia entrou aos 36 minutos, e aos 39, recebeu na intermediária, driblou um marcador e arriscou de direita, o pé não dominante, para marcar um golaço no Estádio do Café – seu primeiro na temporada, e segundo com a camisa do Londrina.

O gol deu ponto final a partida, que além de dar a vantagem do empate ao Londrina nas semifinais do Campeonato Paranaense, encerrou um jejum de mais de cinco anos sem vitória sobre o Operário. Agora, o LEC volta suas atenções para a Série B (já que o estadual só tem jogo marcado para julho), e encara o Coritiba, no próximo domingo (13), às 20h30, no Couto Pereira. O Operário também joga no mesmo dia e horário, só que mais longe, indo a Salvador para enfrentar o Vitória.


FICHA TÉCNICA – Londrina 1×0 Operário

Londrina: César; Luan (Zé Ricardo), Marcondes, Augusto e Luiz Henrique; Jean Henrique (Marcelo Freitas), Matheus Bianqui e Adenílson (Danilo); Douglas Santos, Safira (Tiago Orobó) e Salatiel (Juan Matos). Técnico: Roberto Fonseca.

Gol: Danilo, aos 39 minutos do segundo tempo.

Cartão amarelo: Adenílson.


Operário: Thiago Braga; Alex Silva, Fábio Alemão, Rodolfo Filemon (Schumacher) e Léo Rigo (Odivan); Rafael Chorão (Leandro Vilela), Tomas Bastos e Marcelo (Pedro Ken); Thomaz (Lucas Mendes), Djalma Silva e Ricardo Bueno. Técnico: Matheus Costa.

Cartão amarelo: Fábio Alemão.


Arbitragem: Murilo Ugolini Klein apitou o jogo, com assistência de João Fábio Machado Brischiliari e Bruno Fernando Aparecido Rohling.

Local: Estádio do Café, em Londrina.


LEIA MAIS

Conheça os reforços do Londrina para a Série B

BAIXE O APLICATIVO DA TUBARÁDIO DE FORMA GRATUITA!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *