fbpx

Londrina empata com o Rio Branco, e acumula 10 jogos sem vitórias em Campeonato Paranaense

Share this...

Tubarão joga mal novamente, encontra gol no fim da primeira etapa, mas em mais um pênalti cometido no fim de jogo, cede o empate ao adversário. Última vitória do Londrina no estadual foi em fevereiro de 2020

Por Vinícius Eira
Foto: Gustavo Oliveira/Londrina EC


O Londrina voltou a campo após 24 dias, com técnico novo, esquema novo e peças novas para tentar reencontrar o caminho da vitória no Paranaense. Mas o torcedor que esperava uma postura diferente da vista nos três primeiros jogos, se decepcionou. Em mais um jogo abaixo, o LEC apresentou um estilo reativo, não levou perigo ao adversário e sofreu um duro golpe no fim. Quarto empate em quatro jogos, e o sinal de alerta ligado.


O JOGO

Depois de 15 dias de trabalho, enfim Roberto Fonseca teve a oportunidade de estrear em uma partida oficial com o Londrina Esporte Clube. E promovendo mudanças, o treinador foi a campo com muitas caras novas. Dalton, Lucas, Felipe Vieira, Marcelo Freitas e Belusso ganharam oportunidades como titulares. Com isso, o Tubarão se apresentava com quatro meio campistas, laterais que pouco avançavam, e todas as fichas apostadas na faixa central do gramado.

O Rio Branco, que tem como característica ser mais reativo longe de seus domínios, se apresentou mais para o jogo na Estradinha, aproveitava o espaço dado e a falta de pressão do LEC, e seguiu sem sofrer riscos em boa parte do jogo. Demethryus e Zezinho até buscavam movimentar o Leão pelo meio, mas sem muito sucesso.

Marcelo Freitas, meia, era posicionado quase como um ponta esquerda, e sentiu bastante a falta de costume em sua nova posição. Tanto é que a melhor escapada alviceleste surgiu quando o estreante recuou até a linha central do gramado, e fez um lançamento longo buscando Luan Marchiori, que cruzou para cabeceio ruim de Jonatas Belusso. O Londrina sentia falta de um bom desempenho individual de seus atletas, e de organização tática.

Quando tudo parecia se caminhar para o intervalo sem gols, o Tubarão encaixou, e o melhor jogador alviceleste no estadual abriu o placar. Após boa troca de passes do Londrina, Douglas Santos, na ponta, fez grande jogada individual, levou para linha de fundo e cruzou rasteiro, nos pés de Matheus Bianqui, que só teve o trabalho de empurrar para as redes. 3º gol do meia, artilheiro e líder de assistências do LEC na temporada.

Rio Branco x Londrina
Bianqui participou de cinco dos seis gols do Londrina no PR: três gols e duas assistências (Gustavo Oliveira/Londrina EC)

Mas como dito no início, o torcedor que esperava um Londrina ofensivo, buscando jogo para matar o confronto no litoral, mais uma vez saiu decepcionado. A equipe voltou com a mesma formação, e ainda menos ímpeto ofensivo, já que o resultado era favorável. Por outro lado, também faltava inspiração do Rio Branco, que não agredia, e tampouco gerava espaços.

Fonseca colocou Carlos Henrique, Gerônimo, Bidía, Victor Daniel e Celsinho na segunda etapa. Com dois pontas novamente, a equipe até voltou a se encontrar na partida, e criou algumas boas oportunidades. Mas finalização na meta mesmo, nenhuma.

Além disso, no fim, o golpe duro. Após lateral longo na área, o árbitro Luiz Alexandre Fernandes viu um toque de Victor Daniel em Jacy dentro da área. Bernardo, aquele ex-Cruzeiro e Vasco da Gama cobrou o pênalti no alto, sem chances para Dalton, empatou o jogo e deu números finais as partidas. A terceira, em quatro jogos do Paranaense, que o Londrina sofre um gol de pênalti no fim que impede a vitória.

Além disso, o LEC acumula um tabu enorme de vitórias em Campeonato Paranaense, com o último triunfo sendo registrado no dia 16/02/2020, com 1×0 no União Beltrão, com gol de Matheus Bianqui, fora de casa. De lá para cá, incríveis sete empates e três derrotas. Já a última vitória do Londrina considerando todas as competições foi a do acesso à Série B, no 1×0 contra o Remo, que era o empate até quase os acréscimos, no dia 16 de janeiro.

Agora, o Londrina é o sétimo colocado, com quatro pontos conquistados em quatro jogos, e volta a campo no próximo domingo (18), às 11 horas da manhã, contra o Paraná Clube, na Vila Capanema. O Tricolor é o oitavo colocado com três pontos, mas apenas dois jogos disputados, e não perde em casa para o LEC desde 2009.


FICHA TÉCNICA: Rio Branco 1×1 Londrina

Rio Branco: Lucas Macanhan; Léo Simas, Renato, Jacy e Higor; Paulo Henrique, Demethryus (Bernardo) e Zezinho (Douglas); Michel Renner (Vitor Bill), Jacó (Matheuzinho) e Bruno Andrade (Marcelinho). Técnico: Norberto Lemos.
Gol: Bernardo, aos 49’2º tempo.
Cartão amarelo: Léo Simas.

Londrina: Dalton; Luan Marchiori (Bidía), Marcondes, Lucas Costa e Felipe Vieira; Marcel, Matheus Bianqui, Marcelo Freitas (Gerônimo) e Adenílson (Celsinho); Douglas Santos (Victor Daniel) e Jonatas Belusso (Carlos Henrique). Técnico: Roberto Fonseca.
Gol: Matheus Bianqui, aos 45’1º tempo.
Cartão amarelo: Douglas Santos.

Árbitro: Luiz Alexandre Fernandes.
Assistentes: Luciano Roggenbaum e Sérgio Henrique Monteiro Gomes.

Estádio: Nelson Medrado Dias, a Estradinha, em Paranaguá.


LEIA MAIS: EXCLUSIVO – Ayrton relembra sua passagem pelo LEC, revela histórias de bastidores e declara: “Seria gratificante me aposentar no Londrina”
Londrina anuncia parceria com a Drogamais e chega a 15 patrocinadores na temporada
EXCLUSIVO – Vitor abre o jogo sobre sua passagem no LEC, opção religiosa, volta aos gramados e afirma: “Quando eu vestia o manto, me sentia o Super-Homem”

BAIXE O APLICATIVO DA TUBARÁDIO DE FORMA GRATUITA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *