fbpx

Roberto Fonseca deve promover mudanças para sua reestreia no Londrina

Share this...

Muito identificado com o clube, Roberto Fonseca volta ao LEC para fazer sua partida de número 40 sob o comando alviceleste

Por Vinícius Eira
Foto: Gustavo Oliveira/Londrina EC

Após 24 dias, o Londrina enfim entrará em campo pelo Campeonato Paranaense. E por conta do início que não agradou no estadual, esse retorno terá algumas mudanças. A principal fica por conta da volta de Roberto Fonseca, que já passou pelo clube como jogador e treinador, e agora busca, segundo ele próprio, uma reação rápida para sair da parte de baixo da tabela.

A reestreia marca o retorno do treinador ao Campeonato Paranaense após 14 anos. Na última oportunidade, Fonseca comandou o LEC em um empate em 1 a 1 contra o Iraty, no dia 11/02/2007, com gol marcado por Altino. E o treinador fala com expectativa para essa volta à beira de campo com a camisa alviceleste.

“É sempre um prazer enorme estar voltando ao lugar aonde a gente sempre fez grandes trabalhos, aonde passei tantas vezes e aonde nós começamos. Para mim é sempre um recomeço, um reencontro com nosso torcedor, com a imprensa, com a cidade, com o nosso trabalho e com o futebol. O que nos move como profissional, especialmente no futebol é sempre a emoção, os objetivos, conquistas, voos, e tudo isso faz com que nos motive cada vez mais a gente estar aprendendo e querer dar o nosso melhor”.

Mas assim como em 2018, o treinador não terá tarefa fácil, já que o Londrina ainda não venceu no certame, está na parte de baixo da tabela e vem pressionado por um resultado melhor. Com isso, Fonseca destacou que sua comissão técnica vem buscando montar uma equipe que brigue por pontos, seja agressiva, mas que tenha muita organização. Esquema tático e modo de jogo ainda podem ser acertados com o tempo, mas a mudança principal deve ser na postura do Tubarão.

RobertoFonsecaJunior_Londrina_31-03-2021_Foto_GustavoOliveira_05_
Roberto Fonseca Júnior também retorna ao Londrina e auxilia na preparação da equipe (Gustavo Oliveira/Londrina EC)

E para buscar a reviravolta no certame, o Londrina terá mudanças também dentro de campo. Dalton, recuperado de lesão pode voltar ao posto titular. João Carlos (lesão na coxa), Willian Correia (lesão no joelho) e Safira (dengue) nem viajaram. Com isso, Lucas Costa deve ser o zagueiro titular, e Jonatas Belusso deve fazer dupla de ataque com Douglas Santos. Felipe Vieira, Bidía e Luan Marchiori disputam a vaga na lateral direita. Além deles, Marcelo Freitas vem treinando com frequência, e pode assumir uma vaga de 4º meio campista, auxiliando na saída de bola.

Com muitas mudanças, e apenas 15 dias de trabalho, Roberto Fonseca ainda não acredita que o grupo possa jogar da maneira exata que ele quer. Para o velho novo professor alviceleste, os atletas podem até apresentar um DNA próximo da maneira como deve jogar em termos de postura e atitude. Mas organização, e mecanização, só se adquire com o tempo, com experiências, e com jogos. E essa primeira prova para ver se o trabalho vem sendo bem feito já é diante de um rival muito experiente.

“(O Rio Branco) é um time que sabe jogar o Campeonato Paranaense, é uma equipe experiente, com jogadores que já rodaram bastante em equipes de nível né. Então nós sabemos aquilo que iremos encontrar, o modo de jogar, o esquema que eles jogam, os atletas que deverão entrar contra nós, para que a gente possa nos precaver, e também, logicamente, explorar as deficiências que a gente sabe que todo adversário tem”, completou Fonseca.

Mas mesmo diante da pressão por resultados, e com algumas alterações forçadas, o treinador afirma que o Londrina vai entrar em campo para representar o torcedor, com uma postura mais aguerrida e intensa, de uma forma que ele próprio ficaria satisfeito caso estivesse na arquibancada, para marcar esse retorno ao estadual paranaense com vitória.

LEIA MAIS: EXCLUSIVO – Ayrton relembra sua passagem pelo LEC, revela histórias de bastidores e declara: “Seria gratificante me aposentar no Londrina”
Londrina anuncia parceria com a Drogamais e chega a 15 patrocinadores na temporada
Roberto Fonseca espera Série B difícil, mas celebra retorno ao Londrina e destaca: “Aqui é a minha casa”

BAIXE GRATUITAMENTE O APLICATIVO DA TUBARÁDIO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *