Tag: Bahia x Londrina

Londrina tem má atuação, jogador expulso e sofre derrota pesada para o Bahia na Copa do Brasil

O Londrina foi até Salvador (BA), para encarar o o Bahia na partida de ida da 4ª fase da Copa do Brasil, na Arena Fonte Nova e perdeu por 4 a 0. Arthur Caíke, Nino Paraíba, Artur e Fernandão marcaram os gols do Esquadrão de Aço. O Tubarão teve ainda o atacante Paulinho Moccelin expulso na primeira etapa. Com a derrota, o Alviceleste precisa vencer a partida de volta por quatro gols de diferença para levar aos pênaltis ou mais de cinco para garantir a classificação. O jogo da volta será na próxima quinta-feira (25), às 19h15, no Estádio do Café, em Londrina (PR).

Londrina sofre com pressão, dois gols e expulsão

Como era esperado, a equipe baiana tentando chegar e pressionar o Londrina. Com 11 minutos, Eric Ramires chegou pela direita e cruzou para dentro da área, a defesa do Tubarão não conseguiu afastar e Gilberto tentou desequilibrado, a bola foi à direita de Matheus Albino. Aos 18′, Dagoberto cobrou falta de longe e a bola foi por cima da meta do Esquadrão de Aço.

Com 20′, Nino Paraíba armou contra-ataque, ganhou na dividida de Neuton e arriscou para o gol da entrada da área, a bola foi cruzada, Gilberto até tentou um desvio, mas não conseguiu, bola pela linha de fundo. Quatro minutos depois, Gilberto ganhou da defesa Alviceleste e Artur lançou para Arthur Caíke, que saiu de frente com o goleiro e de perna esquerda, mandou no fundo das redes de Matheus Albino.

Aos 28 minutos, Nino Paraíba armou contra-ataque, trabalhou com Gilberto, que devolveu a bola para o lateral, que dominou, puxou para a perna direita e bateu com muita felicidade sem chances para o arqueiro do Tubarão. Três minutos depois, Luquinha cobrou falta e Anderson fez uma boa defesa.

Com 39′, Paulinho Moccelin cometeu falta em Gilberto e deixou o braço no rosto do atleta Tricolor, o árbitro Péricles Bassols Pegado Cortez aplicou cartão vermelho direto para o atacante do Tubarão. Aos 42 minutos, Moisés cobrou falta rápida, Anderson Leite não afastou e Lucas Fonseca arriscou de longe, a bola passou perto do gol de Matheus Albino.

Confira os gols da primeira etapa entre Bahia e Londrina nas imagens da TV Bahêa:

🎥⚽ ⚽ Dois gols pro Bahia no primeiro tempo! Primeiro Arthur Caíke, depois Nino! Assista aqui! #BBMP

Posted by Esporte Clube Bahia on Thursday, April 18, 2019

Sem tanta intensidade, Tricolor faz mais dois e fecha em 4 a 0

Logo aos 5 minutos da 2ª etapa, Artur ganhou a dividida, acionou Eric Ramires, que de letra, deixou para Arthur Caíke, que bateu colocado buscando o ângulo, a bola tirou tinta da trave de Matheus Albino. Com 15′, Luquinha cobrou falta na cabeça de Augusto, que testou por cima da meta de Anderson .

Aos 24 minutos, Nino Paraíba acionou Fernandão na linha de fundo e Matheus Albino fechou o ângulo do jogador, mandando a bola pela linha de fundo. Com 31, Nino Paraíba cruzou pela direita, Artur apareceu entre os zagueiros e testou para o fundo das redes de Matheus Albino.

Aos 46 minutos, Moisés cobrou falta na ponta direita e Matheus Albino espalmou para a linha de fundo. Na cobrança de escanteio, Artur cobrou na cabeça de Fernandão, que mandou no ângulo de Albino, que não conseguiu evitar.

FICHA TÉCNICA
BAHIA X LONDRINA

Bahia: Anderson; Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca e Moisés; Gregore (Flávio), Elton e Eric Ramires; Artur, Arthur Caíke (Rogério) e Gilberto (Fernandão).
Técnico: Roger Machado.

Londrina: Matheus Albino; Raí Ramos, Wallace Acioli, Augusto e Neuton (Felipe Vieira); Germano, Anderson Leite e Luquinha (Safira); Paulinho Moccelin, Anderson Oliveira e Dagoberto (Marcelinho).
Técnico: Roberto Fonseca.

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data/ Horário: 18/04/2019, às 20h
Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez (PE)
Árbitros Assistentes: Clóvis Amaral da Silva (PE) e Ricardo Bezerra Chianca (PE).

Público/ Renda: 17.695 pagantes/ R$ 243.910,00
Cartão amarelo: Elton e Flávio (Bahia)
Cartão vermelho: Paulinho Moccelin (Londrina)
Gols: Arthur Caíke aos 24′ do 1º tempo, Nino Paraíba aos 28′ do 1º tempo e Artur aos 31′ do 2º tempo e Fernandão aos 46′ do 2º tempo (Bahia).

Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia Oficial.

Equipe Tubanautas analisa o próximo adversário do Londrina na Copa do Brasil

O Londrina Esporte Clube começa sua caminhada na 4ª fase da Copa do Brasil nesta quinta-feira (18), às 20h, na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA), contra o Bahia. Sendo que a partida de volta acontece no Estádio do Café, em Londrina (PR), na outra quinta-feira (25), às 19h15.

A equipe Tubanautas decidiu fazer uma avaliação do Esquadrão de Aço, que já teve troca de comando neste 2019, o que mudou o jeito de jogar do clube baiano e recebeu reforços desde o início da temporada:

Estilo Enderson Moreira

O Bahia iniciou a temporada 2019 com Enderson Moreira no comando da equipe, mas ficou até 31 de março, quando foi demitido do cargo, após ser eliminado da Copa Sul-Americana ainda na 1ª fase, não ter feito boa campanha na Copa do Nordeste e ter passado com certo sufoco nos jogos da Copa do Brasil.

O Tricolor baiano iniciou o ano atuando no 4-5-1, tendo mais atletas no meio-campo, com a aproximação dos dois extremos ao ataque, que tinha como referência o centroavante Gilberto.

Este foi o time base do técnico Enderson Moreira, nas duas fases iniciais da Copa do Brasil, onde empatou com Rio Branco (AC) e venceu o Santa Cruz (RN). Os meio-campistas Shaylon e Ramires também atuaram nessas partidas.

O centroavante Gilberto fez os três gols do Bahia nas duas primeiras fases, duas vezes contra o Rio Branco (AC) e um tento diante do Santa Cruz (RN). Com dois jogadores de lado, como o ex- Londrina, Artur e Élber dando velocidade pelos lados e trabalhando com a criatividade de Guilherme, Ramires e Shaylon centralizados.

Confira abaixo os melhores momentos do embate entre Rio Branco (AC) e Bahia:

Além dos avanços dos meio-campistas abertos, os laterais Nino Paraíba e Moisés também chegavam com frequência a linha de fundo. Porém, o time mostrou problemas nas bola aéreas e bola entre os zagueiros.

Abaixo, os melhores momentos entre Santa Cruz (RN) e Bahia:

Chegada de Roger Machado e mudança no esquema tático

O Bahia trouxe para substituir Enderson, um dos técnicos da nova geração com grande visibilidade nos últimos anos, o técnico Roger Machado, que passou por Grêmio, Atlético Mineiro e Palmeiras. Com Roger, o Esquadrão de Aço saiu do 4-5-1 e passou atuar no 4-3-3. Além da troca de comando, alguns reforços chegaram para dar mais qualidade ao elenco baiano, entre eles o ex-Londrina Arthur Caíke.

Com a chegada de Roger Machado, o Bahia mudou de esquema e alguns atletas assumiram a titularidade do time baiano.

Em todos os setores, houveram mudanças com Machado no comando. O goleiro Anderson assumiu a posição, Ernando se juntou com Lucas Fonseca na defesa; Elton ganhou a posição de Gregore como volante e Ramires assumiu o meio-campo central; No ataque, Arthur Caíke e Fernandão ganharam posições no ataque.

Roger Machado adiantou os meio-campistas laterais os transformando em pontas ou extremos e deixou mais campo para a armação de Ramires. Quando tem Fernandão em campo, Gilberto vira um extremo na composição de ataque e as vezes, se junta com o companheiro como centroavante dentro da área.

E os gols da classificação do Bahia na 3ª fase da Copa do Brasil, saíram de peças que entraram na equipe com a chegada de Roger Machado. Arthur Caíke fez o gol na partida de ida contra o CRB e Elton fez o gol da classificação em Salvador (BA). Com os dois gols saindo no final da partida.

Porém, as chegadas com chutes de fora da área e descidas nas costas dos laterais ainda são alguns dos problemas do Bahia. Para o confronto diante do Londrina, o treinador Roger Machado não terá o volante Douglas, que foi expulso na última partida contra o CRB.

No último final de semana, o Bahia ficou no empate diante do Bahia de Feira de Santana (BA), em 1 a 1, na 1ª partida da final do Campeonato Baiano. O jogo contra o Londrina fica no meio das duas finais do Esquadrão de Aço.

Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia Oficial.